Arctic Monkeys

Hoje irei falar de uma das minhas bandas preferidas, Arctic Monkeys.

É uma banda de rock britânico, formada em 2002, nos subúrbios da cidade de Sheffield, na Inglaterra. A banda é geralmente considerada parte da cena indie rock.

Achei uma entrevista da Folha com o vocal da banda, Alex Turner, deem uma conferida abaixo:

Folha – Como está seu cabelo hoje? Ainda penteia no estilo rockabilly, com topete?

Alex Turner – Sim, é o meu estilo, por enquanto. Mas neste exato momento não está 100%, sabe? Acabei de tomar banho, está meio bagunçado.

Folha – Você se preocupa com seu visual no palco? Tem roupas exclusivas para usar no show?

Alex Turner – Não, de jeito nenhum. Posso até fazer um show com a roupa que vesti pela manhã. São as roupas do meu dia a dia. Às vezes troco a camiseta se estiver fedendo. Mas o cabelo é importante. Não ligava antes, mas de um tempo para cá entrei nessa de cuidar do cabelo.

Folha – O Arctic Monkeys já tocou no Lollapalooza de Chicago e agora será atração principal na edição brasileira. Você e Perry Farrell, organizador do evento, são amigos?

Alex Turner – Bem, não. Acho a banda dele, Jane’s Addiction, muito legal. Vamos tocar depois dela. Mas não temos contato pessoal. Só por empresários.

Folha – Há grandes diferenças entre um show regular da sua banda e um em um grande festival?

Alex Turner – Nossa! É bem diferente. Fico confiante quando o público diante de mim veio para me ver, porque conhece meu trabalho. No festival, sei lá do que o cara gosta, não sei se sabe meu nome. Dá um certo medo. Mais ainda no Brasil.

Folha – Você já tocou aqui, no Tim Festival de 2007.

Alex Turner – Mas essa maldita ansiedade em festivais é a mesma.

Folha – O repertório do show muda muito em um festival?

Alex Turner – Completamente. Muda tudo. Quase sempre nós precisamos reduzir o show, mas não é o caso em São Paulo, porque vamos encerrar a noite. Mas mudamos o set list. Só vamos tocar hits. Nada de coisas obscuras para uma plateia heterogênea. Eu não quero ninguém bocejando.

Folha – O sucesso da banda foi muito rápido. O que mudou desde os shows que você faziam há seis anos?

Alex Turner – Está muito mais divertido, sabe? Muita gente gosta de ver nossos shows, somos uma banda de sucesso. Com isso, você relaxa, sobe lá e toca. Excursionar é só diversão.

Folha – Aos 26 anos, você está rico e famoso. A vida é uma festa?

Alex Turner – Não diria isso, mas é mais divertida do que a vida da maioria das pessoas, acho.

Folha – Como você reage quando a crítica musical britânica diz que você e seu amigo Miles Kane são Lennon e McCartney deste século?

Alex Turner – Fico contente, mas esses caras são uns malucos, completamente insanos. Mas, sabe, pensando bem, se alguém precisa ser os Beatles de hoje, que seja a gente.
E não esqueçam de escutarem a nova musica deles:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s